quinta, 26 abril 2018

Manual de avaliação

  • Categoria: Avaliação
  • Publicado em 23-07-2014
  • Visitas: 617

O sistema de ensino superior português, nas últimas décadas, enfrentou dificuldades de que

se destacam a fraca capacidade reguladora do Estado, o excesso da capacidade instalada, a

falta de um sistema de avaliação eficaz na eliminação dos casos de baixa qualidade, a falta

de clareza das missões institucionais (binómio universidade-politécnico), dificuldades de

financiamento e baixa competitividade internacional.

Nos últimos anos verificou-se um contexto internacional de mudança das relações entre as

instituições de ensino superior, o Estado e a sociedade: as políticas de pendor neoliberal e a

emergência da Nova Gestão Pública (NGP), as políticas de culpabilização (blame policies) que

atacando as autonomias profissionais, o setor público e os seus funcionários abriram

caminho para a privatização das atividades do Estado, a defesa da superioridade da gestão

privada e a perda de confiança nas instituições.

Foi neste contexto que o Governo (2005) encomendou avaliações internacionais que

serviram de base para a elaboração de legislação tendo em vista reformar o setor, as quais

incluíram a avaliação do sistema nacional de avaliação de qualidade pela ENQA e do sistema

de ensino superior português pela OECD.

Clique aqui para obter o manual

Sondagem

O que acha da qualidade de ensino do pais?

Boletim Informativo

Visitantes

281833
HojeHoje49
Esta SemanaEsta Semana170
SempreSempre281833